MERCADO

China: Traders de criptomoedas optam por plataformas OTC (Over-The-Counter) – Mercado de Balcão

Tempo de leitura: 1 minuto

A repressão do governo não tem sido o suficiente para reprimir usuários e entusiastas para compra destes ativos.

Milionários na China estão recorrendo a serviços de balcão (OTC) para negociar e comprar Bitcoin e demais criptomoedas, muito embora o governo local afirme que reprimiria o setor, de acordo com um relatório publicado hoje no portal da Bloomberg.

Autoridades do país disseram no inicio deste mês que iriam investir no encerramento das atividades de mineração no país. “Vamos reprimir a mineração e o comportamento comercial de Bitcoins”, disse o vice-premier Liu He e o Conselho de Estado, enfatizando preocupações climáticas.

Os preços das criptomoedas cairam em torno de 40% após eses comentários. Enquanto alguns estão reduzindo o risco realizando a venda, outros estão comprando mais criptomoedas por meio de plataformas OTC (Over-The-Counter – Mercado de Balcão).

Conheça a CoinBene

As plataformas OTC são ambientes de trocas para ativos não listados em uma bolsa formal ou negociados por meio de um livro privado. Essas plataformas permitem que comerciantes ou investidores ricos (geralmente existem critérios mais elevados para os usuários) invistam em mercados de forma mais privada.

O relatório da Bloomberg indica que os negócios nesta modalidade estão crescendo. O aumento da taxa de câmbio entre o Yuan da China e a stablecoin Tether (USDT) – que caiu 4,4% no inicio deste mês – aumentou para metade do valor pré-repressão, sugerindo que as plataformas OTC estão fazendo um grande negócio.

#bitcoin #trading #criptomoedas #blockchain #OTC #coinbene #coinbenelatam

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
Volume de ICOs dobra no primeiro semestre de 2018
Órgão financeiro mundial reconhece potencial das criptomoedas
Órgão financeiro mundial reconhece potencial das criptomoedas
Evento aborda novas perspectivas sobre criptomoedas e blockchain
Evento aborda novas perspectivas sobre criptomoedas e blockchain