MERCADO

Coreia do Sul discute liberar Ofertas Iniciais de Moedas

Coreia do Sul
Tempo de leitura: 1 minuto

Autoridades da Coreia do Sul retomaram as conversas sobre as moedas digitais. As decisões tomadas na Assembleia Nacional podem definir os rumos do setor no país.

Preocupados com o crescimento do interesse público tanto pelo blockchain quanto pelas criptomoedas, os governantes decidiram colocar o tópico em pauta visando acabar com a proibição das Ofertas Iniciais de Moedas (ICOs, na sigla em inglês).

A reunião

Além de debater ICOs, os participantes discutiram ainda a criação da “ilha blockchain”, localizado na ilha de Jeju, uma “zona especial para blockchain e criptomoedas”, um aceno em direção a trajetória percorrida por Malta nos últimos meses.

Também foram tratadas temas como medidas de proteção aos investidores, organização de força-tarefa para estudo do blockchain e da regulação do comércio de ativos financeiros digitais.

Conheça a CoinBene

Vale lembrar que o governo sul-coreano proibiu todos os tipos de ICOs em setembro de 2017 e não criou nenhuma política específica para o desenvolvimento do segmento desde então.

A imprensa local especula que os mandatários sul-coreanos cogitam usar a tecnologia do blockchain nos partidos políticos revolucionando o processo eleitoral.

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
Legislador propõe zona especial para ICOs na Coreia do Sul
Coreia do Sul pode criar zona especial para ICOs
Futuros de Ethereum podem ser lançados na CBOE ainda neste ano
ClearPoll (POLL) é listado pela CoinBene