SEGURANÇA E TECNOLOGIA

Criptos além do trade: Descentralização do Streaming

Tempo de leitura: 2 minutos

Cada vez mais o universo das criptomoedas tem mostrado diferentes propostas além da especulação.

 

O projeto em blockchain representado pelo token Theta sustenta uma rede de streaming de vídeo peer-to-peer que oferece recompensas a muitos de seus 1 milhão de usuários mensais em troca de largura de banda não utilizada. Depois de subir mais de 300% este ano, o valor de mercado do token Theta aumentou para cerca de US $ 6 bilhões, posicionando no ranking dos 20 principais tokens digitais, de acordo com dados do CoinMarketCap.com.

 

Conheça a CoinBene

A Sony Group Corp. e a Samsung Electronics Co. estão entre os gigantes da indústria que apoiam a iniciativa que foi desenvolvido por uma startup de e-sports (esportes eletrônicos) de transmissão ao vivo. Investidores como a Sony também possuem tokens do projeto em “stake” (processo usado para ajudar a validar transações que criam novos blocos em redes de blockchain), em troca eles recebem recompensas na forma de um token secundário chamado TFuel, cujo valor aumentou para cerca de US$ 2 bilhões.

 

“O token Theta aumentou mais de 100 vezes desde que investimos”, disse Samuel Harrison, sócio-gerente da Blockchain.com Ventures, que tem uma participação acionária, possui tokens do projeto e atua como um validador de transações. Há pouco mais de um ano, Theta era negociado por 4 centavos de dólar, agora custa cerca de US$ 6.

 

“Um telespectador assíduo pode receber US$ 5 a US$ 10 por mês”, disse Mitch Liu, CEO da Theta Labs Inc., em uma entrevista. “É significativo nos países em desenvolvimento. E isso paga metade da sua assinatura do Netflix. ” Um usuário médio do Theta.tv assiste por cerca de 63 minutos por dia, disse ele.

 

A empresa está expandindo a gama de serviços que oferece, disponibilizando sua plataforma de NFTs (Non-Fungible Tokens), que são tipicamente arte digital gravada em blockchain. A cantora Katy Perry disse esta semana que tornaria NFTs de suas apresentações disponíveis na rede, bem como tomaria uma participação não revelada na empresa. O Theta Labs também aposta em sua iniciativa em finanças descentralizadas (DeFi), que permitem que os usuários concedam e tomem empréstimos e negociem peer-to-peer.

 

“Não é apenas um incentivo ou objetivo financeiro puro, estamos realmente criando um novo ecossistema”, disse Ali Farahanchi, sócio da DHVC, em uma entrevista. “Esta é uma nova forma de conduzir os negócios, quando você tem streamers que podem fornecer seu tempo de computação para a rede. Isso é uma espécie de transmissão descentralizada. Nós estamos apenas começando.”

 

 

Fonte: Bloomberg

 

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
DCA
Atualizações do DCAex concluídas: ativo agora se chama DCA
NBAI tem operações suspensas para atualização
NBAI passa por atualização a partir desta quinta-feira
Super Game Chain
SGCC: negociação e retiradas suspensas temporariamente