MERCADO

Jovens preferem moedas digitais ao mercado tradicional

Tempo de leitura: 1 minuto

Um levantamento realizado por uma empresa do setor imobiliário do Reino Unido revela que 27% dos homens de 21 a 35 anos preferem manter seus fundos em bitcoins a comprar uma casa própria.  

Os pesquisadores da Get Living usaram perguntas simples para tentar entender o modo de vida da chamada “geração Y”.

Com as respostas dos 3 mil entrevistados, os estudiosos chegaram a algumas conclusões interessantes sobre esses jovens, como por exemplo: eles têm cautela em relação a investimentos em imóveis e são mais otimistas quando o foco é o mercado financeiro, além disso, valorizam a flexibilidade no trabalho.

De acordo com o estudo, a geração Y vê mais potencial no mercado de criptomoedas do que na valorização dos imóveis e pretende morar de aluguel pelo menos até os 40 anos.

Conheça a CoinBene

Outras conclusões

Os especialistas da Get Living também identificaram que a preferência por pagar aluguel está diretamente relacionada a reserva de dinheiro para investimentos.

Esta não é a primeira vez que uma preferência acima da média por criptomoedas sobre outros ativos e investimentos tem sido observada na geração Y.

Uma pesquisa divulgada no ano passado por uma empresa de capital de risco americana mostrou que pessoas de 18 a 34 anos preferem ter bitcoins ao invés de ações ou títulos do governo.

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
JPMorgan reconhece que criptoativos terão papel de destaque
Aston, plataforma revolucionária de autenticação de documentos
CVM autoriza fundos a comprar ativos financeiros digitais