MERCADO

Lavagem de dinheiro em fiat é 800x maior que criptomoedas

Tempo de leitura: 1 minuto

Muitas pessoas se dizem contra as criptomoedas por uma razão: fraude. Para elas, golpes e lavagem de dinheiro envolvendo os criptoativos deixam as pessoas – e seus investimentos – em risco. Entretanto, um estudo afirma justamente o contrário.

Segundo relatório da Messari, empresa de análise de blockchain, a cada US$1 gasto na deep web, US$800 são lavados no sistema financeiro tradicional.

A divulgação do relatório veio após declaração do Secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, que afirmou que o Bitcoin “é utilizado para permitir atividades ilegais e para realizar lavagem de dinheiro”.

O relatório “Bitcoin in the Grand Scheme of Things” (Bitcoin no Grande Esquema das Coisas, em tradução livre) compara quem mais contribui para atividades criminosas, as moedas tradicionais ou o Bitcoin. O estudo, com os dados da Chainalysis e do Escritório das Nações Unidas Sobre Drogas e Crimes, mostrou que, quando comparadas, a contribuição do Bitcoin para atividades ilegais é ofuscada pelo dólar norte-americano.

Conheça a CoinBene

“Para cada US$1 em BTC gasto na deep web, pelo menos US$800 são lavados”, afirma o relatório.

Como identificar um golpe

Golpes e fraudes acontecem a todo momento neste mercado, isso é inegável. Por isso, produzimos um vídeo em nosso canal do Youtube para ajudar você a identificar uma fraude em pirâmide.

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
Valor de mercado do token TNB bate recorde
entender o smartcash
Quer entender o SmartCash? A gente te ajuda!
CoinBene na BITCONF
BITCONF: CoinBene marca presença em evento cripto essa semana