SEGURANÇA E TECNOLOGIA

Número de ações judiciais contra ICOs cresce em 2018

Tempo de leitura: 1 minuto

Uma pesquisa realizada pela Cornerstone afirma que 6% das ações judiciais registradas nos Estados Unidos em 2018 tem relação com Ofertas Iniciais de Moedas (ICOs, na sigla em inglês).

A porcentagem do número total de registros de títulos relacionados a ICOs até agora aumentou em relação ao ano passado. No total, 87 ações judiciais coletivas foram arquivadas em 2017, das quais 5 eram relativas a ICOs (5,75%).

Os casos

Os processos relacionados à criptomoedas registrados em 2018 incluem aqueles contra a Paragon Coin, a Latium Network, a DRIP, a Cloud With Me e a Mining Max.

Atualmente, existem processos em andamento contra a Bitconnect – que é acusada de “não divulgar fatos materiais” que precipitariam seu colapso, e da Ripple Labs. A Ripple é acusada de angariar “centenas de milhões de dólares” através da venda não licenciada de XRP a investidores de varejo, com o processo argumentando que os tokens de XRP “têm todas as características tradicionais de um título”.

Conheça a CoinBene

Co-autor do relatório e ex-comissário da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, Joseph Grundfest, afirmou que as conclusões do estudo de que “litígios de fraude de ações de ação coletiva continuam a afetar uma grande porcentagem de empresas de capital aberto”. E continua: “Se as tendências observadas no primeiro semestre do ano continuarem no final do ano, aproximadamente 8,5% de todas as empresas listadas nos mercados da NYSE e da NASDAQ terão sido processadas”.

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
Traga seu ativo para conquistar o mundo com a CoinBene
Como saber se a cotação de um ativo vai subir ou cair?
Aplicativo da CoinBene
CoinBene lança aplicativo para smartphones