SEGURANÇA E TECNOLOGIA

Tecnologia descentralizada da IOTA desburocratizando negócios na África Ocidental

Tempo de leitura: 2 minutos

A IOTA Foundation, fundação sem fins lucrativos que disponibiliza soluções de código aberto de registros distribuidos (DLT – Distributed Ledger Technology) para uma nova economia digital, anunciou nesta terça-feira (06) o sucesso inicial de sua parceria com a Trademark East Africa (TMEA).

 

A iniciativa tem como objetivo construir uma infraestrutura digital descentralizada para exportações comerciais otimizadas utilizando a tecnologia distribuída da IOTA para eliminar a papelada em atividades de logística e suprimentos.

 

Conheça a CoinBene

De acordo com o comunicado, a IOTA Foundation e a Trademark East Africa trabalharão na criação de um sistema para que as empresas e sistemas governamentais da África Oriental se comuniquem de maneira transparente, segura e instantânea, tanto entre si quanto com parceiros internacionais. O esforço conjunto visa permitir que os comerciantes se concentrem no desenvolvimento de seus produtos e na otimização de seus negócios, digitalizando processos burocráticos e transferindo  a documentação de exportação para o Tangle, a estrutura de dados distribuídos da IOTA.

 

De acordo com as estimativas da Trademark East Africa, um empresário africano precisa preencher uma média de 96 documentos em papel para uma única transação. No entanto, o sistema desenvolvido pela IOTA Foundation e TMEA, vincula os principais documentos comerciais no Tangle e os compartilha com as alfândegas nos países de destino para acelerar o processo de exportação e tornar as empresas africanas mais competitivas globalmente.

 

“A tecnologia de registros distribuídos que usamos, o Tangle, visa trazer confiança a todos esses atores no ponto vital quando eles transmitem os dados. O custo de fazer comércio internacional tem um efeito enorme sobre o custo dos bens, o que por sua vez afeta as ofertas de empregos e o consumo ”, disse Jens Munch Lund-Nielsen, chefe de logística, cadeias de suprimentos e comércio global da Fundação IOTA, em um comunicado.

 

A TradeMark East Africa fez do projeto uma prioridade estratégica e estendeu seu contrato com a Fundação IOTA. Dessa forma, a IOTA envolverá governos em todo o mundo para obter vantagens dessa inovação com o objetivo de tornar o comércio entre fronteiras inclusivo e de fácil acesso para todos.

 

 

Fonte: Cryptoslate

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
Comunidade Nano se prepara para mais uma atualização
ONU exalta blockchain e criptomoedas: tecnologias revolucionárias
ONU exalta blockchain e criptomoedas: tecnologias revolucionárias
San Marino quer se tornar grande centro de blockchain