MERCADO

Justin Sun: TRX é mais descentralizado que BTC e ETH

Tempo de leitura: 1 minuto

Justin Sun afirmou que a rede TRX ganha de Bitcoin e Ethereum quando a questão é descentralização. O criador da rede fez a afirmação durante o lançamento da Tron Virtual Machine (TVM), que é compatível com a rede ETH e permite operações mais fáceis, rápidas e com custos menores

Para o desenvolvedor, isso acontece porquê todo o poder de mineração de BTC e ETH estão sob controle de uma grande mineradora, o que não acontece com a Tron. Sun ressaltou que com sua rede, essa função fica a cargo dos Super-Representantes.

A rede TRX tem 27 Super-Representantes eleitos em todo o mundo, sendo que todos eles têm direitos iguais. A fundação Tron não interfere e nem participa dessas votações, o que não gera dificuldades para a rede, tornando-a mais descentralizada.

Justin Sun comenta que se os Super-Representantes não produzissem seus blocos, seriam rebaixados e perderiam o posto. Atualmente existem 14 deles nos EUA, sete na China e um em outros seis países, com o Brasil entre eles.

Conheça a CoinBene

Os Super-Representantes representam toda a comunidade de Tron e assumem um papel enorme na estrutura de governança da rede. Eles realizam cálculos e as tarefas de validação, além de atuarem como guardiões da rede.

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
Nexty Platform (NTY) é listado por corretora global
Estudos mostram que 36% dos bitcoins estão perdidos
Empresas de mineração querem entrar no mercado de ações