ANÁLISE DE ESPECIALISTA

Volatilidade no preço do Bitcoin atingiu a máxima em um ano no mês de maio

Tempo de leitura: 1 minuto

Os preços do Bitcoin tiveram um mês de maio turbulento, experimentando fortes oscilações enquanto perdiam quase metade se seu valor em questão de semanas. O ativo caiu para cerca de US$ 30 mil em 19 de maio, recuperou para quase US$ 42 mil alguns dias depois e voltou a cair para menos de US$ 31 mil.

 

O Bitcoin apresentou força no início do mês de maio, chegando próximo dos US$ 60 mil e sendo negociado próximo a este nível por alguns dias. No entanto, a moeda digital mais proeminente do mundo encontrou uma inevitável volatilidade, rompendo os níveis de US$ 50 mil e US$ 40 mil até tentar o rompimento do suporte nos US$ 30 mil, o que representa uma variação de mais de 47% de sua alta no mesmo mês.

 

Conheça a CoinBene

Bull Market

 

Embora o Bitcoin tenha sofrido quedas notáveis em seu preço no mês passado, o que aumentou sua volatilidade, esses movimentos ocorreram após uma alta que proporcionou ganhos impressionantes. O ativo subiu para quase US$ 65 mil em abril, estabelecendo um novo recorde histórico mais do que o triplo do recorde anterior de quase US$ 20 mil, alcançado durante a Bull Run de 2017-2018.

 

Quanto ao próximo destino da moeda digital, ninguém sabe, mas muitos analistas de mercado apontam que a Bull Run deste ciclo seja diferente da anterior, impulsionada por um conjunto separado de circunstâncias.

 

Considerando que os ganhos acentuados no preço que o Bitcoin proporcionou em 2017-2018 foram atribuídos a variáveis como o interesse do varejo, os investidores institucionais foram apontados por terem desempenhado um papel fundamental no movimento ascendente do preço nesta alta do mercado atual.

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
O boom das altcoins está próximo
Bitcoin segue abaixo dos US$ 10 mil com probabilidade de queda
É possível montar uma carteira de investimento sem risco?